Descolamento

de Retina

Existem várias formas e causas para o descolamento da retina. Entre elas, a forma clássica regmatogênica é causada por roturas na periferia da retina com subsequente entrada de humor vítreo liquefeito, causando o afastamento da retina neurossensorial de sua camada mais externa, o epitélio pigmentar da retina. Este evento pode se estender por toda a superfície retiniana causando perda súbita da visão.

Os principais fatores de risco para sua ocorrência são a miopia – principalmente acima de 6 dioptrias (graus), quando o risco aumenta em dez vezes comparado a população normal; o descolamento de vítreo posterior; traumatismos oculares e cirurgias de catarata.



Os sintomas comumente experimentados antes da perda de visão são as fotopsias (visão de flashes luminosos) e “moscas volantes”(pequenos pontos pretos flutuantes de aparecimento recente).

A prevenção é realizada através de consultas frequentes ao oftalmologista que realizará o exame de mapeamento de retina. Caso sejam visualizados determinados tipos de degenerações periféricas ou roturas, pronto tratamento deve ser instituído.