Vias Lacrimais

Lacrimejamento na criança

  • As observações de lacrimejamento com ou sem secreção, olho vermelho e irritado nas crianças são indícios de obstrução da via lacrimal. Isso acontece por obstrução da válvula de Hasner no conduto nasolacrimal.

  • O tratamento consiste inicialmente em massagens na topografia do saco lacrimal, a fim de forçar a abertura da válvula de Hasner.

  • Nos casos de insucesso com a massagem, é indicada a sondagem das vias lacrimais sob narcose. É um procedimento é indolor e realizado em centro cirúrgico ambulatorial,  com alta taxa de sucesso se realizado em torno do primeiro ano de idade.

  • Outros procedimentos como intubação das vias lacrimais e dacriocistorrinostomia são destinados  a casos em que houve insucesso na sondagem ou em crianças com idade além de 2 anos.

Lacrimejamento no adulto

O lacrimejamento no adulto pode ocorrer principalmente por:

  • Falha de bomba lacrimal: mecanismo em que existe frouxidão palpebral importante e o processo de drenagem da lágrima para o sistema lacrimal fica enfraquecido. Nesse caso, não existe obstrução no canal, apenas falha no bombeamento da lágrima. O tratamento consiste no restabelecimento da anatomia com uma cirurgia palpebral.

  • Obstrução no sistema lacrimal: pode ocorrer em qualquer parte do sistema lacrimal. O mais comum é a obstrução na válvula de Hasner (desenho), gerando episódios de dacriocistite (infecção do saco lacrimal). O tratamento nesses casos é cirurgico, denominado de dacriocistorrinostomia. O procedimento é geralmente realizado com anestesia local e sedação ou anestesia geral, em casos selecionados.